Home Política TRIBUNAL RESSUSCITA AUXÍLIO-MORADIA A CONSELHEIROS E PROCURADORES

TRIBUNAL RESSUSCITA AUXÍLIO-MORADIA A CONSELHEIROS E PROCURADORES
0

TRIBUNAL RESSUSCITA AUXÍLIO-MORADIA A CONSELHEIROS E PROCURADORES

0

Acreditar que um trabalhador no Brasil que ganha R$30.471 necessita de auxílio-moradia para sobreviver é o mesmo que dizer que Papi Noel existe e, mesmo gordinho, passa por qualquer tamanho de chaminé.
Contrariando a lógica, o contribuinet brasileiro para o benefício, além de carro funcional a todos os membros da magistratura e do Ministério Público do país.
para não ficar sem o privilégio, sete conselheiros e três procuradores do Tribunal de Contas do Distrito Federal coltarão a receber o auxílio que havia sido suspenso por liminar em setembro de 2017, mas acabou ‘ressuscitado’ por decisão do Tribunal de Justiça no fim de janeiro.

Salários
Atualmente, os conselheiros do tribunal e os procuradores – do MP de Contas, mas que trabalham junto ao órgão – têm salários iniciais de R$ 30.471 e R$ 27.423, respectivamente. Eles também contam com outras vantagens, como veículo funcional. Por enquanto, nenhum do grupo disse que pretende abrir mão dessa verba.
O valor do auxílio-moradia é de R$ 4.377,73 por mês.

O auxílio
A Corte, que tem como finalidade zelar pelo uso correto de recursos públicos, tem cerca de 600 funcionários ativos. Em 2016, o G1 mostrou que o Tribunal de Contas, o Tribunal de Justiça e o Ministério Público do DF gastaram pelo menos R$ 36 milhões só para pagar auxílio-moradia em 2015.

Comentários