Home Economia TETO DOS BENEFICIÁRIOS DO INSS SALTA 3,43% E PASSA A VALER r$5,8 MIL

TETO DOS BENEFICIÁRIOS DO INSS SALTA 3,43% E PASSA A VALER r$5,8 MIL
0

TETO DOS BENEFICIÁRIOS DO INSS SALTA 3,43% E PASSA A VALER r$5,8 MIL

0

Vale para todos os beneficiários que recebem acima de um salário e começa a ser pago próximo dia 25

Os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que ganham mais do que um salário mínimo (R$ 998, em 2019) terão reajuste de 3,43% em seus benefícios. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (16) pela Portaria do Ministério da Economia, que publicou o novo valor no Diário Oficial da União (DOU).
A mudança no valor do benefício foi confirmada na última sexta-feira (11), após a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O indicador, que fechou o ano de 2018 em 3,75% , mede a inflação oficial do Brasil e é usado para reajustar o INSS de quem recebe acima do piso nacional.
Com o reajuste, um aposentado ou pensionista que recebia R$ 1.000 reais em 2018, por exemplo, passa a ganhar R$ 1.034,30 em 2019. Já o teto da Previdência Social , ou seja, o valor máximo pago, deve ficar em R$ 5.839,45 – no ano passado, era de R$ 5.645,80.
No ano passado, o aumento do benefício havia sido de 2,07%. O reajuste do INSS , neste ano, será menor que o do salário mínimo , que subiu 4,61%, passando de R$ 954 para R$ 998 no dia 1º de janeiro .
A portaria também informou que os pagamentos atualizados já começam no primeiro benefício do ano, que será pago entre 25 de janeiro e 7 de fevereiro.

Valores definidos
O piso previdenciário, valor mínimo dos benefícios do INSS (aposentadoria, auxílio-doença, pensão por morte) e das aposentadorias dos aeronautas, será de R$ 998,00. O piso é igual ao novo salário mínimo nacional, fixado em R$ 998 por mês em 2019.
Para aqueles que recebem a pensão especial devida às vítimas da síndrome da talidomida, o valor sobe para R$ 1.125,17, a partir de 1º de janeiro de 2019.
No auxílio-reclusão, benefício pago a dependentes de segurados presos em regime fechado ou semiaberto, o salário de contribuição terá como limite R$ 1.364,43.
O Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social – destinado a idosos e a pessoas com deficiência em situação de extrema pobreza -, a renda mensal vitalícia e as pensões especiais para dependentes das vítimas de hemodiálise da cidade de Caruaru (PE) também sobem para R$ 998,00. Já o benefício pago a seringueiros e a seus dependentes, com base na Lei nº 7.986/89, passa a valer R$ 1.996,00.
A cota do salário-família passa a ser de R$ 46,54 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 907,77, e de R$ 32,80 para quem tem remuneração mensal superior a R$ 907,77 e inferior ou igual a R$ 1.364,43.

Comentários