Home Saúde TEM CERTEZA QUE SEUS RINS ESTÃO FUNCIONANDO BEM?

TEM CERTEZA QUE SEUS RINS ESTÃO FUNCIONANDO BEM?
0

TEM CERTEZA QUE SEUS RINS ESTÃO FUNCIONANDO BEM?

0

O rim é um órgão localizado na porção posterior do abdômen, paralelamente à coluna vertebral. A maioria de nós possui dois rins, um em cada lado da coluna, mas há pessoas que nascem apenas com um.
Os rins são órgãos essenciais à vida, sendo responsáveis por diversas funções, entre elas, filtragem do sangue, controle dos níveis de eletrólitos (sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio…), da pressão arterial, da quantidade de água do corpo, estimulo à produção de glóbulos vermelhos, produção de vitamina D, etc.

Sintomas
Mudanças de micção: As idas ao banheiro para urinar, principalmente durante a noite, aumentam. A urina sai espumosa e com bolhas, a tendência é urinarmos com mais frequência ou em maiores quantidade e a urina costuma ser ou pálida ou muito amarelada. Ainda, a urina pode conter sangue, podem ocorrer episódios de incontinência urinária e muita pressão na parte inferior da pelve.

Inchaço: quando os rins são insuficientes, não conseguem se desfazer dos fluídos extras, acumulam no corpo e causando inflamação nas pernas, tornozelos, mãos e rosto.

Fadiga: Pacientes sem energia ou vontade para fazer algo dormem muito, se sentem sempre esgotados, debilitados, exaustos, sem que façam muito esforço. Este quadro é conhecido como anemia, que a maioria das vezes também é causada pela falta de ferro
na alimentação.

Erupção cutânea ou coceira: os dejetos do sangue são eliminados através dos rins. Quando eles não funcionam corretamente, acumulam na corrente sanguínea os dejetos e essa “intoxicação” pode causar coceiras fortes, que vão mais além da pele e podem ser sentidas nos músculos ou ossos.

Sabor metálico na boca ou hálito com gosto de amônia: esses mesmos dejetos acumulados no sangue fazem com que o sabor dos alimentos mude e provocam halitose. Alguns pacientes conseguem notar que já não gostam mais do sabor da comida ou que perdem peso porque não sentem mais vontade de comer como antes.

Náuseas e vômitos: novamente, a causa é a uremia, que também pode causar perda de apetite, de peso (vários quilos), e fazer com que o estômago não consiga reter alimentos ou líquidos, rejeitando tudo o que seja ingerido.

Falta de ar: a dificuldade de respirar pode estar relacionada a uma falha nos pulmões, causada de duas formas diferentes. Primeiro, porque o fluído extra que o corpo não consegue eliminar é acumulado, também, nos pulmões, e segundo porque a anemia deixa o organismo debilitado, causando a falta de ar.

Frio em qualquer época do ano: a anemia pode fazer com que uma pessoa sinta frio mesmo que esteja quente, ou que esteja bem coberta. Calafrios, dormência nos membros, suor frio, são sintomas relacionados.

Enjoos e dificuldade para se concentrar: a anemia causada pela insuficiência dos rins quer dizer que a mente não está recebendo a quantidade de oxigênio necessária. A consequência disso pode trazer inconvenientes para nos lembrarmos de algo, enjoos, pouca concentração em qualquer tarefa, dispersão, pouca atenção ao falar, etc.

Dor nas costas: O incômodo, punção ou até câimbras que se localizam na parte inferior das costas, e, inclusive, dores nas pernas podem significar problemas relacionados aos rins.

 

Alimentos que ajudam a evitar

Água
A principal recomendação para evitar as pedras e auxiliar o tratamento é ingestão de líquidos, principalmente água, acima de dois litros por dia. Isso deixa a urina menos concentrada, auxiliando a diluição dos cristais.

Pimentão vermelho
Pimentões vermelhos são uma boa opção para aqueles preocupados com a saúde dos rins, porque eles são pobres em potássio e tem uma generosa porção de vitaminas A, C, B6, ácido fólico e fibra.

Suco de frutas
Ingestão de suco de frutas cítricas como laranja, limão e abacaxi, neutraliza a carga de ácido provenientes das proteínas animais.

Alho
O alho é bom para reduzir a inflamação e diminuir o colesterol. Tem também propriedades antioxidantes e que evitam a coagulação do sangue.

Couve-flor
Outro dos alimentos bons para os rins é a couve-flor. Este vegetal traz grande quantidade de vitamina C para o seu prato, juntamente com folato e fibras. Além disso, contém compostos que ajudam o fígado a neutralizar substâncias tóxicas.

Cebola
A cebola é rica em flavonoides, especialmente quercetina. Os flavonoides são substâncias químicas naturais que impedem o depósito de gordura em vasos sanguíneos.

Comentários