Home Mundo SÍMBOLO DO NATAL, RENAS SOFREM COM AQUECIMENTO E POPULAÇÃO CAI PELA METADE NO ÁRTICO

SÍMBOLO DO NATAL, RENAS SOFREM COM AQUECIMENTO E POPULAÇÃO CAI PELA METADE NO ÁRTICO
0

SÍMBOLO DO NATAL, RENAS SOFREM COM AQUECIMENTO E POPULAÇÃO CAI PELA METADE NO ÁRTICO

0

A população de renas selvagens e de caribus foi reduzida em mais da metade no Ártico.
Um novo relatório sobre o impacto das mudanças climáticas na região revelou que o número de animais passou de quase 5 milhões para cerca de 2,1 milhões nas últimas duas décadas. Em algumas manadas, porém, o recuo supera 90%.
O relatório foi divulgado durante reunião da American Geophysical Research Union, organização sem fins lucrativos, com sede em Washington, nos Estados Unidos, e com foco na organização e disseminação de informações científicas no campo da geofísica.
De acordo com o documento, padrões climáticos e mudanças na vegetação estão tornando a tundra do Ártico — o bioma mais frio da Terra — menos acolhedora para a espécie.

Os animais
As renas e os caribus pertencem à mesma espécie, mas são de subespécies diferentes. As renas são um pouco menores e, embora ainda existam algumas populações selvagens, já chegaram a ser domesticadas, ao contrário dos caribus.
De acordo com cientistas que monitoram os números, na porção canadense do Alasca o total de cabeças em algumas manadas recuou mais de 90% —”foram declínios tão drásticos que não há recuperação à vista”, afirmou o relatório.
Por que eles são afetados pelo aquecimento do Ártico?
Há vários motivos. Howard Epstein, cientista ambiental da Universidade da Virgínia e parte da equipe internacional de pesquisadores responsável pelo relatório, disse à BBC News que o aquecimento na região não tem mostrado sinais de arrefecimento.
“Nós vemos que a seca tem aumentado em algumas áreas, e o aquecimento em si leva a uma mudança de vegetação.”

O que pode ser feito para resolver?
Em escala global, um dos caminhos seria reduzir a emissão de dióxido de carbono – gás que contribui para o aquecimento global — e limitar o aumento da temperatura.
Mas os cientistas dizem que foi aberta a porta do “congelador do mundo” e o calor pôde entrar; segundo eles, uma pilha crescente de evidências indica que o aquecimento no Ártico vai continuar.

Comentários