Home Economia SETOR DE SERVIÇOS APRESENTA CRESCIMENTO

SETOR DE SERVIÇOS APRESENTA CRESCIMENTO
0

SETOR DE SERVIÇOS APRESENTA CRESCIMENTO

0

Muito mais devagar do que os brasileiros esperam e que os desempregados necessitam, o Brasil está avançando.
Lentamente e com oscilações negativas, mas mostrando que as movimentações do governo Bolsonaro estão indo de encontro a maior necessidade dos brasileiros que é a questão empregatícia.
Prova disso é que mesmo com níveis na casa dos milhões, o volume do setor de serviços cresceu 0,3% na passagem de março para abril deste ano, segundo dados divulgados hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta não recupera, no entanto, a perda acumulada de 1,8% nos três primeiros meses do ano.
Na comparação com abril do ano passado, houve uma queda de 0,7% no setor. No acumulado do houve alta de 0,6% e, no acumulado de 12 meses, um crescimento de 0,4%.
Na passagem de março para abril, três das cinco atividades pesquisadas tiveram alta no volume, com destaque para serviços de informação e comunicação (0,7%). Também houve crescimentos nos serviços profissionais, administrativos e complementares (0,2%) e nos serviços prestados às famílias (0,1%).
Por outro lado, tiveram recuo os transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,6%) e os outros serviços (-0,7%).
A receita nominal do setor de serviços teve crescimentos de 0,8% na comparação com março deste ano, de 3,4% na comparação com abril do ano passado, de 4% no acumulado do ano e 3,4% no acumulado de 12 meses.

Setor industrial também reage
A produção industrial brasileira alcançou em 2017 o valor bruto de R$ 2,7 trilhões. O faturamento bruto atingiu R$ 3,9 trilhões. Desse valor, 82,5% são relativos à receita bruta da venda de produtos e serviços industriais. Os números fazem parte da Pesquisa Industrial Anual Empresa 2017 (PIA Empresa), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada ontem.

Comentários
-- Jornal Nação --