Home Educação SEM BASEADO NO INTERVALO: ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS TERÃO AULAS MINISTRADAS POR PM’s CONTRA AS DROGAS

SEM BASEADO NO INTERVALO: ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS TERÃO AULAS MINISTRADAS POR PM’s CONTRA AS DROGAS
0

SEM BASEADO NO INTERVALO: ESCOLAS PÚBLICAS E PRIVADAS TERÃO AULAS MINISTRADAS POR PM’s CONTRA AS DROGAS

0

E a esquerdalhada do Pedro II como fica, hein??? Certamente sem a doutrinação esquerdista que domina as dependências de um dos colégios mais tradicionais do estado há anos.

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), sancionou uma lei que obriga escolas privadas e públicas do Estado a adotarem um programa de “resistência às drogas e à violência”. O programa será ministrado por policiais militares – como a primeira medida para ingressar os agentes dentro do ambiente de escolas não militarizadas -, com o auxílio do corpo docente.

O aval de Witzel já foi publicado no Diário Oficial do Estado. No início do mês, havia sido apresentado pela deputada Lucinha (PSDB) e aprovado em regime de urgência na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

‘Polícia Militar, escola e família’
O texto da tucana diz ainda que a ideia é propiciar “um forte elo entre as escolas e as comunidades em que atuam, fortalecendo o trinômio: polícia militar, escola e família”.

As escolas terão que procurar os batalhões militar de suas áreas para formalizar a inscrição no programa em questão, o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), que já existia e funcionava pontualmente em algumas unidades.

A lei não define a periodicidade das aulas. A tucana, no entanto, sinaliza na justificativa do projeto — o que não vale como regra — que o ideal seria uma aula por semana durante um semestre.

As aulas são ministradas por militares fardados. Segundo a PM, o Proerd é “desenvolvido por policiais militares treinados e preparados”.

O programa
O Proerd está em mais de 50 países no mundo e em quase todos os estados do Brasil. É um programa maravilhoso. Treina crianças e adolescentes a fazerem as melhores escolhas, não somente na questão sobre drogas mas, em várias situações de suas vidas. Os militares instrutores do Proerd entram nas comunidades e são muito bem recebidos pela pessoas de bem. É uma oportunidade das crianças e adolescentes não entrarem para o mundo das drogas.

Comentários
-- Jornal Nação --