Home Brasil Segundo Procon-SP, preços de remédios variam até 976%

Segundo Procon-SP, preços de remédios variam até 976%

Segundo Procon-SP, preços de remédios variam até 976%

0

Os preços dos medicamentos podem variar até 976% em São Paulo, segundo pesquisa da Fundação Procon-SP. Entre os medicamentos genéricos, o Paracetamol de 200 mg/ml gotas, 15 ml, apresentou a maior diferença.. O preço médio do remédio é de R$ 3,83, mas o custo variou de R$ 0,90 e R$ 9,69. Entre os medicamentos de referência, a maior variação foi de 296,06% na Amoxicilina, 500 mg, 21 cápsulas, da Glaxosmithkline. Enquanto em um local, o produto era vendido por R$ 15,48, em outro chegou a custar R$ 61,31. O preço médio é de R$ 45,49.

De acordo com a pesquisa, os preços de  68 medicamentos foram anallisados, entre genéricos e de referência de 15 drogarias. Ao comparar os preços médios dos genéricos com os de referência, os remédios genéricos, são em média, 57,72% mais baratos do que os de referência.

Entre as cidades do interior participantes da pesquisa, a maior diferença encontrada foi de 767,27%, no medicamento genérico Dipirona Sódica , 500 mg/ml, gotas 10 ml, na cidade de Ribeirão Preto. Em um local, custava R$ 1,10 e, em outro, R$ 9,54.

Entre os medicamentos de referência, a maior variação foi em Caçapava. O Nisulid (Nimesulida), 100 mg, 12 comprimidos, da Aché, apresentou variação de 331,45%. O custo variou entre R$ 7,60 e R$ 32,79.

Fonte: G1

Comentários