Home Política Pagos para fiscalizar os exageros, TCE é uma fraude

Pagos para fiscalizar os exageros, TCE é uma fraude
0

Pagos para fiscalizar os exageros, TCE é uma fraude

0

… Enquanto os servidores do estado estão sem salário, os criminosos presos do TCE, estão com seus proventos em dia!!!!
Órgão responsável pela fiscalização da aplicação dos recursos públicos por parte dos governantes, o Tribunal de Contas verifica o uso de todo o dinheiro do contribuinte aplicado em impostos. Uma vez que o Brasil é o país líder em péssimo retorno das contribuições à população, dá-se por certo a ineficiência
do Tribunal.
Responsável pelos excessos da administração pública financeira, os números que regem o TCE deveriam, no mínimo, ser pauta de investigação.
Cada um dos sete conselheiros do TCE ganha um salário de R$30.471,11 e tem o poder de montar equipes que custam até R$430 mil por mês aos cofres públicos.
Os conselheiros além de contarem com um salário generoso, podem ainda nomear três auxiliares, para receberem a mesma quantia de remuneração. E como se fosse necessário, eles possuem o direito de escolher mais 17 pessoas para receberem salários que variam de R$7.235,23 a R$17.256,94.
Frutos de indicações políticas, os sete conselheiros e os 140 comissionados custam cerca de R$3 milhões por mês ao estado.
Enquanto o povo trabalha arduamente para pagar aluguel recebendo apenas um salário mínimo, cada um dos sete conselheiros recebe auxílio-moradia de R$ 4.377,73.
Cada conselheiro tem dois carros à disposição, um Ford Fusion e um Ford Focus, com direito a motorista particular. Além de 500 litros de gasolina, que custa cerca de R$1.985.
A educação e saúde pública vão de mal à pior, mas os conselheiros e comissionados podem solicitar auxílio-educação no valor de R$1.067 para até três dependentes (R$3.291 mensais) para pagar creches, escolas ou faculdades particulares. Além de R$660 para custear o plano de saúde, e R$968 para alimentação.
E o melhor, ao se aposentarem, os conselheiros continuam recebendo salário integral (vale lembrar R$30.471,11)) e os auxílios a educação e saúde.

Comentários