Home Mundo OS COMPUTADORES ESTÃO SENDO TREINADOS PARA VENCER VOCÊ EM QUALQUER DISCUSSÃO

OS COMPUTADORES ESTÃO SENDO TREINADOS PARA VENCER VOCÊ EM QUALQUER DISCUSSÃO
0

OS COMPUTADORES ESTÃO SENDO TREINADOS PARA VENCER VOCÊ EM QUALQUER DISCUSSÃO

0

Os humanos já estão acostumados a perder para os computadores quando o assunto é lembrar acontecimentos, mas ainda têm vantagens na hora de discutir. Pelo menos por enquanto.
Há tempos as máquinas ganham de nós em jogos de estratégia, como o xadrez. E acabamos aceitando com resignação que a Inteligência Artificial é superior na avaliação de grandes quantidades de dados – por exemplo, examinando as notas fiscais de supermercado de milhões de compradores para ver quem poderia ficar tentado por cupons de desconto de sabão em pó.
Mas e se a Inteligência Artificial fosse capaz de lidar com as facetas mais humanas – navegar o campo minado das nuances, da retórica e até mesmo das emoções que nos acometem durante uma discussão?
Um número cada vez maior de pesquisadores se debruça sobre essa possibilidade, o que poderia, em última análise, ajudar os humanos a tomarem decisões melhores.

Detectando uma discussão
Até muito recentemente, a criação de máquinas capazes de discutir era um objetivo inalcançável.
A finalidade não era, obviamente, ensinar computadores a aguentar a pressão em uma discussão sobre uma vaga em um estacionamento, ou decidir de quem é a vez de levar o lixo para fora.
Em vez disso, as máquinas capazes de discutir podem contribuir ao trazer informações para o debate – ajudando humanos a contestar uma evidência, buscar alternativas e chegar a conclusões. É uma possibilidade que poderia agilizar a tomada de decisões em todos os assuntos, desde como um negócio deve investir seu dinheiro até o combate ao crime e a melhoria da saúde pública.
Mas ensinar um computador sobre a comunicação humana – e o que é realmente uma discussão – é muito complexo.

O esforço agora está voltado para detectar como essas trocas funcionam e transformá-las em algoritmos de Inteligência Artificial – essa área é conhecida como tecnologia de discussão.
Pesquisadores da área também usam filosofia, linguística, ciência da computação e até direito e ciência política como base para entender os debates.

Comentários
-- Jornal Nação --