Home Brasil MPF VAI APURAR SE HAVIA ACORDO ENTRE MINERADORAS E CONSULTORIAS PARA EMISSÃO DE LAUDOS FRAUDULENTOS

MPF VAI APURAR SE HAVIA ACORDO ENTRE MINERADORAS E CONSULTORIAS PARA EMISSÃO DE LAUDOS FRAUDULENTOS
0

MPF VAI APURAR SE HAVIA ACORDO ENTRE MINERADORAS E CONSULTORIAS PARA EMISSÃO DE LAUDOS FRAUDULENTOS

0

Alguém tem alguma dúvida???

 

Mas vamos partir do pré suposto de que até que se prove o contrário TODOS são inocentes – ainda que o atestado de culpabilidade seja tão notório -.

 

Após Brumadinho, ficou evidente que pode haver alguma irregularidade na emissão de certificados de estabilidade

 

Após a tragédia que deixou centenas de mortos em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o Ministério Público Federal (MPF) em Minas Gerais quer investigar os contratos entre mineradoras e empresas que certificam a estabilidade de barragens de rejeitos. A Procuradoria quer saber se há uma relação consensual entre as partes para emissão de laudos fraudulentos, com o objetivo de dificultar a fiscalização pelos órgãos competentes.
Em entrevista à Rádio CBN, o procurador da República José Adércio Sampaio ressaltou que diversas empresas desistiram, recentemente, de emitir os certificados de estabilidade, após o rompimento da barragem da Vale, em 25 de janeiro. Ele é o coordenador da força-tarefa que investiga a tragédia.

O MPF quer apurar se havia pressão por parte das mineradoras para garantir os laudos, ou se, por exemplo, os acordos previam troca de favores, mediante a entrega de documentos fraudados sobre as condições das barragens.

Comentários