Home Política JUÍZA QUE COLOCOU JOSÉ DIRCEU NA CADEIA ASSUMIRÁ LAVA JATO COM MORO COMO MINISTRO

JUÍZA QUE COLOCOU JOSÉ DIRCEU NA CADEIA ASSUMIRÁ LAVA JATO COM MORO COMO MINISTRO
0

JUÍZA QUE COLOCOU JOSÉ DIRCEU NA CADEIA ASSUMIRÁ LAVA JATO COM MORO COMO MINISTRO

0

O Brasil amanheceu mais seguro de uma virada jurídica com a aceitação do juiz federal Sergio Moro ao convite do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro como novo ministro da Justiça.

Após confirmado o convite a questão a ser considerada é como seguirá os processos da Lava jato que Moro coordenou colocando atrás das grades os maiores nomes da velha e corrupta política do país.

Os processos da Lava-Jato passarão a ser conduzidos pela juíza substituta Gabriela Hardt. Ela assumirá a 13ª Vara Federal de Curitiba, uma vez que, segundo a Lei da Magistratura, Moro fica proibido de exercer qualquer cargo na administração pública; se assumir o posto, caberá a Hardt interrogar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no próximo dia 14, no processo referente ao sítio de Atibaia.
Gabriela Hardt também poderá assumir o processo que envolve a compra de um prédio para o Instituto Lula e de uma cobertura vizinha ao apartamento do ex-presidente em São Bernardo do Campo, pela Odebrecht.

COLOCOU DIRCEU NA CADEIA
Em maio de 2018, a juíza assinou a ordem que determinou a prisão do ex-ministro José Dirceu. O petista já foi condenado na Operação Lava Jato a 30 anos e nove meses, por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

DEIXOU GLEISI ESPERANDO
Quando esteve à frente do processo em setembro deste ano, Gabriela hardt afirmou que não avia motivos para uma decisão urgente no pedido feito pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, para que seja revisada a decisão da semana passada que a impede de atuar como advogada de Luiz Inácio Lula da Silva.

Na época, a estratégia permitia que políticos aliados do ex-presidente possam visitá-lo na cela em que está preso e condenado pela Operação Lava Jato, na sede da Polícia Federal, em Curitiba, todos os dias da semana.

“Não vislumbro urgência no pedido de reconsideração que justifique a atuação desta magistrada para alterar a decisão da juíza natural do feito, sendo oportuno que se aguarde a manifestação da defesa”, escreveu a juíza – que é substituta na 13.ª Vara, do juiz Sérgio Moro, e responde provisoriamente pela 12.ª, responsável pela execução penal de Lula.

A juíza pediu ainda que o Ministério Público Federal fosse consultado sobre o pedido de Gleisi. Foram os procuradores da força-tarefa da Lava Jato que pediram a proibição da presidente do PT atuar como advogada de Lula. Eles alegaram que a lei proíbe que ela representasse o ex-presidente. No pedido afirmaram que a cela especial reservada ao petista foi transformada em comitê de campanha eleitoral.

FIM DA LAVA JATO
A Lava-Jato pode estar perto do fim em Curitiba. A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) já havia retirado das mãos de Moro novas investigações, como as menções a Lula e ao ex-ministro Guido Mantega por delatores da JBS. O presidente do STF, Dias Toffoli, também suspendeu uma ação penal na 13ª Vara Federal contra Mantega, sob argumento de que os supostos repasses da Odebrecht devem ser analisados pela Justiça Eleitoral”.

 

Comentários