Home Sociedade MACONHA SINTÉTICA TRANSFORMA VICIADOS EM ZUMBIS

MACONHA SINTÉTICA TRANSFORMA VICIADOS EM ZUMBIS
0

MACONHA SINTÉTICA TRANSFORMA VICIADOS EM ZUMBIS

0

Como alternativa para quem não quer ser rotulado como usuário de drogas, muitas pessoas tem corrido à maconha sintética. Mas autoridades se mostram alertas por causa do efeito zumbi que a substância provoca nos usuários.
Uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade da California em San Francisco, após dezenas de pessoas entrarem em colapso em plena calçada do Brooklyn, en Nova York, nos EUA, durante cerca de 11 horas seguidas.

Conhecida como ‘spice’ ou ‘K2’ a droga é capaz de deixar os usuários com uma força sobre-humana e resistentes à dor, daí a conclusão de que um efeito zumbi toma conta das pessoas. Após o episódio na rua, autoridades suspeitaram do uso so entorpecente por conta de seus efeitos peculiares e super nocivos ao corpo, sistema nervoso central e psiquico das pessoas.

O perigo está na mistura que os trafiantes realizam baseados em substâncias desenvolvidas por laboratórios legalizados. A substância base para a criação da maconha sintética é o AMB-FUBINACA, um análogo da AB-FUBINACA, desenvolvido em 2009 pela Pfizer como um potencial analgésico. Mas autoridades japonesas descobriram, três anos depois de seu lançamento que a substância AB-FUBINACA é, na verdade, uma potente droga ilícita alertando aos EUA para suprimirem o composto como droga controlada.

Meses depois a réplica piorada AMB-FUBINACA já havia se espalhado por outras cidades dos EUA e, potencializada com mistura de ervas, especiarias e material vegetal pulverizado ou associado a produtos químicos semelhantes ao THC, o ingrediente psicoativo da maconha. Pesquisadores encontraram em uma única amostra mais de 540 substâncias psicoativas no produto, mas eles estimam que a quantidade real seja muito superior.

Sintomas
Pessoas com olhar vazio, suando em excesso, mas com batimentos normais, os usuários apresentavam movimentos lentos e mecânicos e tinham intermitentes períodos de gemidos de zumbi, escreveram os médicos.

Comentários
-- Jornal Nação --