Home Brasil Lei Seca é referência no Brasil

Lei Seca é referência no Brasil

Lei Seca é referência no Brasil

0

Operação Lei Seca comemora seis anos

Ação do Governo do Estado se tornou referência nacional
IMG_6060
Na quinta-feira, dia 19 de março, a Operação Lei Seca (OLS), da Secretaria de Governo, comemorou seis anos de existência com uma missa na Igreja da Candelária, Centro do Rio. A ação se tornou referência nacional e realmente tem muitos motivos para festejar. Graças à iniciativa, o Rio de Janeiro ocupa atualmente o primeiro lugar do país na redução de mortes no trânsito. Entre 2008 e 2013, o estado diminuiu em 35% o número de vítimas. Enquanto isso, o Brasil registrou média de crescimento de 10% no mesmo período. Além disso, uma pesquisa do Rio como Vamos divulgada em 2014 mostrou que 90% dos cariocas aprovam a operação.
– A iniciativa se tornou uma política pública de Governo que mudou o cenário do estado, interagindo com o cotidiano da população. A ação fez com que as pessoas mudassem seus hábitos e comportamentos, passando a ser mais responsáveis em relação ao trânsito e à preservação da vida, evitando acidentes e mortes. Conquistamos a credibilidade da sociedade – explicou o coordenador da OLS, tenente-coronel Marco Andrade.

Outro dado expressivo é a redução no número de motoristas flagrados nos testes de alcoolemia realizados nas blitzes da campanha no estado: 7% contra os 20% registrados no início da campanha. Atualmente, a operação conta com a participação de 250 agentes civis e militares, entre eles 33 cadeirantes que foram vítimas de acidentes de trânsito provocados por consumo de álcool. Nestes seis anos, foram realizadas 1.250 palestras educativas e mais de 9,5 milhões de pessoas foram abordadas nas ruas pelas equipes da OLS.

Participando há três anos das palestras e eventos organizados pelo projeto, onde oferece orientações e conta sua experiência pessoal, o agente da OLS Ronaldo Rodrigues, de 33 anos, exalta o caráter educativo da operação. Há 13 anos, ele foi vítima de um acidente de carro, quando dirigia alcoolizado e bateu em um poste, deixando-o paraplégico.

– A OLS não tem o intuito de multar motoristas nem proibir as pessoas de beber. O que queremos é educar a população, salientando os efeitos nocivos da combinação álcool e direção. Nosso objetivo é que todos tenham consciência do seu papel no trânsito e tomem atitudes a evitar acidentes e mortes – disse Ronaldo, que integra uma equipe de 33 cadeirantes que atuam na OLS.

O sucesso do programa também já serviu de inspiração para outros estados do país e o exterior: 19 delegações brasileiras e duas delegações internacionais, da Venezuela e Espanha, já enviaram comitivas ao Rio a fim de importar o modelo de gestão da OLS fluminense.

fonte: http://aibnews.com.br/noticias/plantao-rio/2015/03/operacao-lei-seca-comemora-seis-anos.html

Comentários