Home Brasil Lei da Migração é fim de nossa soberania nacional

Lei da Migração é fim  de nossa soberania nacional
0

Lei da Migração é fim de nossa soberania nacional

0

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB) e Tasso Jereissati (PSDB – CE) relator do Projeto, definitivamente, seguiram o conselho de Dilma Rousseff e através da nova lei de migração, que pode ser colocada em votação no Senado Federal a qualquer momento, decidiram chamar para um diálogo os extremistas e terroristas do mundo para dentro do território brasileiro.

Na semana passada, o Nação noticiou a lei que permite venda irrestrita de nossas terras a estrangeiros. Algo jamais visto em nenhuma outra parte do mundo. Agora, o governo aprova a liberação total das companhias aéreas para estrangeiros – outra decisão inédita – pois em países de primeiro mundo, todo estrangeiro só pode participar até 49% do capital da empresa nativa.
Para acabar com o pouco da segurança que nos resta, a lei de migração escancara nossas fronteiras e dá aos refugiados os mesmos direitos que regem os brasileiros.
Ilimitadamente.
A nova lei, que altera o Estatuto do Estrangeiro adotado durante o regime militar, não prevê quantidade de imigrantes. Tantos quantos decidirem entrar em nosso país deverão ser acolhidos e dividir conosco nossos direitos.

Equiparados aos brasileiros, os imigrantes poderão formar sindicato, partido político, estarão sob todas as regras de previdência – para aposentadoria e seguridade e mesmas regras trabalhistas, em resumo, nós teremos de nos adaptar as culturas invasoras e não eles se readequarem à nossa maneira de viver.
Imigrantes estão diretamente ligados a terrorismo e extremistas. Existem, sim, os necessitados de refúgio, mas a grande maioria são de criminosos que migram para outros países com planos
de expansão do islamismo.

Os primeiros beneficiados serão os narcotraficantes que fazem fronteira direta com nosso país. A facilitação de entrada e saída potencializará o tráfico de drogas, armas e seres humanos. Mulheres para prostituição e nossos jovens
e homens para o terrorismo.

O pior disso tudo é que Câmara dos Deputados já aprovou o PL que segue para o Senado sem possibilidade de alteração no texto e, se aprovado, exigirá da sociedade apenas aceitação às boas-vindas aos terroristas e estaremos no mesmo patamar de insegurança, caos e atentados que a França e demais países europeus.

Existem na lei restrições às benesses concedidas, mas são brandas e falhas; a residência poderá ser negada ainda se a pessoa interessada tiver sido expulsa do Brasil anteriormente, se tiver praticado ato de terrorismo ou estiver respondendo a crime passível
de extradição, entre outros.

Falamos de um Brasil que terá de contar com uma polícia defasada e abarrotada de processos e investigações não concluídas. Nossos policiais, desamparados, não dão conta dos bandidos nacionais…

OPINIÃO

Existem criminosos estrangeiros vivendo há décadas de forma ilegal no Brasil e durante anos jamais foram incomodados por nossos setores de inteligência. As cláusulas proibitivas no PL são uma vergonha e uma afronta com o povo brasileiro. Estamos perdendo nosso país. Se a apatia continuar não haverá Brasil para nossos filhos!!!

Comentários