Home Sociedade JOVENS SÃO CONDENADAS POR CRIME DE TORTURA E PAIS MULTADOS POR NEGLIGÊNCIA EDUCACIONAL

JOVENS SÃO CONDENADAS POR CRIME DE TORTURA E PAIS MULTADOS POR NEGLIGÊNCIA EDUCACIONAL
0

JOVENS SÃO CONDENADAS POR CRIME DE TORTURA E PAIS MULTADOS POR NEGLIGÊNCIA EDUCACIONAL

0

Pelo tamanho da crueldade cometida pelas jovens Aliona Savatchenko e Alina Orlova, ambas de 17 anos de idade, antes da sentença,, foi necessário laudo psicológico para verificar se as criminososas possuíam algum tipo de transtorno mental. A Justiça russa as condenou por crime de tortura e assassinato de dezenas de animais. Um amigo que participou da barbárie e filmou as torturas também foi condenado durante julgamento.

Vilãs de cachorros e gatos
As adolescentes pegavam os animais em abrigos ou de pessoas que estavam oferecendo cachorros e gatos para adoção. Elas levavam os animais para um prédio abandonado arrastando-os pelos pés e arrancavam-lhes os olhos para depois matá-los. De acordo com exames mentais realizados por especialistas, as duas moças não apresentaram nenhum tipo de doença mental e por isso pegaram penas severas pelos crimes.

Açougueiras de Khabarovsk
A televisão pública russa, que as apelidou de “açougueiras de Khabarovsk” tamanho nível de crueldade dos crimes cometidos pelas adolescentes.

Aliona recebeu como pena, quatro anos e três meses de prisão, enquanto Alina pegou três anos e dez dias. O amigo Viktor Smichliaiev, de 18 anos, foi condenado a três anos de prisão por ter gravado a tortura.

Multa aos pais
O processo que julgou as jovens, em Khabarovsk, no Extremo Oriente russo, durou cerca de cinco meses para ser concluído. Os pais dos adolescentes também foram condenados a uma multa por “negligência na educação dos filhos”.

Comentários