Home Brasil Integração entre BRT e metrô no Rio custará R$ 7

Integração entre BRT e metrô no Rio custará R$ 7

Integração entre BRT e metrô no Rio custará R$ 7

0

O valor da integração entre BRT e Metrô do Rio terá o valor de R$ 7 – valor para quem faz um cadastro até dois dias antes da viagem. O benefício vale a partir da próxima segunda-feira (26). A tarifa sem integração, segundo a prefeitura anunciou nesta terça-feira (20), será de R$ 7,90. O passageiro terá duas horas para realizar a integração.

“O desconte abate da tarifa dos dois modais a parcela que o passageiro terá de benefício”, explicou Rafael Picciani, secretário de coordenação de governo da prefeitura município. Segundo ele, o tempo médio entre as estações Alvorada, na Barra da Tijuca, e Carioca do Metrô, será de 65 minutos com a integração.

Participaram do anúncio também Alexandre Sansão, secretário municipal de transportes, e Rodrigo Vieira, secretário estadual. A Prefeitura e o governo do Estado calculam a economia para o passageiro em R$ 1,80 por dia.

A passagem é subsidiada apenas com as concessionárias BRT e Metrô, sem participação dos governos municipal e estadual. “A gente teve a mostra da capacidade de integração desses dois modais durante a Olimpiada, de forma rápida, com a movimentação de até 100 mil passageiros por dia fazendo a integração”, lembrou Sansão. A integração vale também para os alimentadores do BRT e Metrô na superfície.

Segundo Sansão, em dias normais, são esperadas até 75 mil integrações por dia. No primeiro dia de integração da Barra da Tijuca com Vicente de Carvalho, com o início da utilização da Linha 4 do metrô, pelo menos 12 mil pessoas utilizaram o serviço. “O copo já está meio cheio. Estamos avançando mais com as integrações”, comentou ele.

“Sessenta e cinco mil embarques foram feitos na Linha 4 nesta segunda feira. O pico foi na estação Jardim Oceânico, com 15 mil, além de 15 mil transferências. Fizemos essa tarifa para quem precisa, para quem esse valor faz diferença”, disse Rodrigo.

Para garantir o benefício até segunda-feira (26), o passageiro precisa se cadastrar com CPF nas lojas ou no site do Riocard para comprovar o uso da integração. O cadastro, que será obrigatório, tem de ser feito até sexta -feira (23), para ter o benefício já no primeiro dia do desconto, segunda. Quem já está cadastrado não precisa fazer este novo cadastro. “O cadastro do CPF será feito para coibir fraudes, para que só entre o benefício para quem merece” ,explicou Rodrigo Vieira.

Comentários
-- Jornal Nação --