Home Comportamento Game permite que criança escolha tamanho do pênis de personagem

Game permite que criança escolha tamanho do pênis de personagem

Game permite que criança escolha tamanho do pênis de personagem

0

Video game para algumas famílias se tornou coparticipantes na educação dos filhos. Na verdade, sob o aspecto da maioria dos jogos, ele é diretamente responsável pela deseducação das crianças e jovens pelo mundo afora.
O game online Conan Exiles” vendeu na semana de lançamento, 320 mil unidades, afirmou a Funcon, produtora do jogo.
Com animações cada vez mais reais, o jogo viralizou graças ao seu extenso modo de criação de personagens, que permite mudar até o tamanho do pênis ou dos seios dos personagens que o jogador cria.
E de forma animada, as crianças estão tendo acesso a imagens da anatomia humana de forma pornográfica dentro de casa, muitos sem o acompanhamento dos pais.

Conan, o Pelado
“Conan Exiles” se passa no universo de Conan, o Bárbaro, e é essencialmente um jogo de sobrevivência (ou “survival”). Ou seja, você começa a partida como um sujeito sem nome, roupas ou armas, e precisa coletar alimentos para não morrer de fome, enfrentar clãs de inimigos e construir o seu domínio.
O game reúne mecânicas de combate sangrento, de construção de edifícios e de confecção de itens, mas o que mais chamou a atenção foi o criador de personagens. Logo no começo da partida, é possível personalizar cada aspecto do seu bárbaro, incluindo as partes íntimas. Genitálias e seios recriados por animação perfeita compõem o jogo que, no site de venda, possui a informação de classificação etária como ‘pendente’.
Dentro dos combates, não apenas decepar cabeças e transpassar espadas pelo corpo dos inimigos, como se não basteasse, o game permite castrar os oponentes.
Ou seja, se você não pesquisar o que seus filhos jogam, assistem ou acompanham na internet eles serão instruídos por jogos, filmes, livros que estampam pensamentos contrários aos valores de uma família equilibrada e de filhos sadios mental e psicologicamente.

Comentários