Home Brasil EM BH, Polícia Civil recolhe equipamentos da Samarco

EM BH, Polícia Civil recolhe equipamentos da Samarco

EM BH, Polícia Civil recolhe equipamentos da Samarco

0

Uma equipe da Polícia Civil está na sede da mineradora Samarco, cujas donas são a Vale e a anglo-australiana BHP Billiton, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. As buscas também são feitas na sede da mineradora em Mariana, na Região Central de Minas.

Segundo o delegado responsável pela operação, Rodrigo Bustamente, estão sendo recolhidos computadores e outros equipamentos de informática da empresa. O material será usado nas investigações.

Ainda de acordo com o Bustamante, um funcionário da área de tecnologia da informação (TI) da Samarco acompanha toda a movimentação.

A Samarco confirmou que policiais civis realizam uma operação nos escritórios em Belo Horizonte e Mariana. “A empresa reitera que está colaborando com o trabalho dos policiais, assim como vem fazendo desde o início das investigações das causas do acidente com a barragem de Fundão”, diz nota da mineradora.

A maior tragédia ambiental do país completa três meses. Em 5 de novembro de 2015, a barragem de Fundão se rompeu, destruindo o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, e afetando Águas Claras, Ponte do Gama, Paracatu e Pedras, além das cidades de Barra Longa e Rio Doce. Os rejeitos também atingiram mais de 40 cidades na Região Leste de Minas Gerais e no Espírito Santo. O desastre deixou 17 pessoas mortas e duas desaparecidas.

As responsabilidades pelo rompimento e pelas mortes decorrentes são apuradas em inquérito da Polícia Civil. Os crimes ambientas são foco de investigação da Polícia Federal, que indiciou a Samarco, a Vale, a empresa VogBR (consultoria responsável pela declaração de estabilidade da barragem)  e sete executivos e técnicos. Entre os indiciados está o diretor-presidente licenciado da Samarco, Ricardo Vescovi.

Comentários