Home Brasil E O ‘CABRA DA PESTE’ ESTÁ TRABALHANDO…

E O ‘CABRA DA PESTE’ ESTÁ TRABALHANDO…

E O ‘CABRA DA PESTE’ ESTÁ TRABALHANDO…

0

Enquanto a turma do ‘mimimi’ segue distorcendo as colocações do presidente jair Bolsonaro, o presidente ‘cabra da peste’ segue rumo a sua meta principal; fazer o Brasil crescer sadiamente, combatendo a corrupção e aliado a grandes potências conservadoras.
A última semana foi marcada por mais uma crítica sem fundamentos daqueles que torcem contra o governo.
Referindo-se a dois governadores nordestinos, Bolsonaro chamou a dupla de ‘paraíba’ como referência a união dos políticos para o retorno do governo petista na região.
Bolsonaro negou que tenha usado o termo “paraíba” para criticar nordestinos e disse que as críticas foram direcionadas a dois governadores: Flávio Dino (PC do B), do Maranhão, e João Azevedo (PSB), da Paraíba.
Falaram agora que eu estou criticando o Nordeste, você viu? Dois governadores, o do Maranhão e da Paraíba, que são intragáveis”, afirmou o presidente.
“Eles (gestores do Nordeste) são unidos. Eles têm uma ideologia. Perderam as eleições e tentam o tempo todo através das desinformações manipular eleitores nordestinos” declarou, em provável referência ao apoio dos governadores nordestinos ao candidato do PT à Presidência,
Fernando Haddad.

Enquanto batem, o Brasil cresce
Enretanto, o feito importante e de grande relevância positiva para o país de norte a sul não foi, mais uma, destacado pela imprensa. O presidente iniciou a semana comemorando uma grande vitória para o Brasil. Em publicação em sua conta oficial no Twitter a queda no Credit Default Swap (CDS), índice que mede o risco país, do Brasil. O CDS chegou a 128 pontos, índice que, segundo o presidente, é o menor patamar em cinco anos e que indica a “recuperação da confiança de investidores internacionais no Brasil.”

“Junto a avanços como ingresso na OCDE e acordo Mercosul-UE, estamos colocando o Brasil no lugar que merece”, acrescentou Bolsonaro em sua postagem.

Bom pagador
O CDS, popularmente chamado de “seguro-calote”, chegou a 128 pontos, patamar que, segundo apontou o presidente, indica a “recuperação da confiança de investidores internacionais no Brasil”.
Um Risco-país baixo, que é o caso do Brasil neste momento, reduz os temores sobre as variáveis e altera (positivamente) o humor do investidor estrangeiro.
Além do avanço da Reforma da Previdência, contribuiu para a recente redução do CDS o mercado internacional mais calmo. com a prespectiva de queda do juro nos Estados Unidos e Europa.
Portanto, falem mal ou não falem do governo, Bolsonaro e equipe seguem trabalhando, firmes na recuperação deste país que tem tanto a oferecer a seus
brasileiros.

Comentários
-- Jornal Nação --