Home Sociedade DISNEY PROPAGA AGENDA LGBT PARA CRIANÇAS A PARTIR DE 6 ANOS
0

DISNEY PROPAGA AGENDA LGBT PARA CRIANÇAS A PARTIR DE 6 ANOS

0

Que a internet nunca foi ambiente seguro para as crianças, todo mundo sabe. Mas nas últimas décadas a televisão tornou-se um dos maiories inimigos da família brasileira que, sem temores, continua investindo na desconstrução do ser humano, seus valores e essência.

Sempre focando nas crianças, os programas incitam a precocidade sexual, o desrespeito aos pais, insubordinação e confusão de gênero entre os pequenos.
Insistente, a Disney aposta mais uma vez em uma superprodução na tentativa de disseminar a comunidade LGBTI (XWZKY – porque o alfabeto ficou pequeno para tantas desclassificações) junto ao público infantil.

Depois de lançar personagens gays nas séries ‘Boa Sorte Charlie’ e na animação ‘Doutora Brinquedos’, mas em episódios isolados, a empresa de entretenimento, pela primeira vez , segue a narrativa em que toda a história do personagem está voltada a seu processo de opçõa pela homossexualidade e de episódios impondo sua autoaceitação.

Andi Mack
O seriado infanto-juvenil, Andi mack, voltada ao público de 6 a 14 anos, terá um protagonista de 13 anos que terá atração por um menino do mesmo sexo.

A trama, criada por Terri Minsky (Lizzie McGuire), conta a história da garota Andi Mack (Peyton Elizabeth Lee), sua relação com a família e os dois melhores amigos, um menino, Cyrus (Joshua Rush), e uma menina, Buffy (Sofia Wylie).
De acordo com a revista americana The Hollywood Reporter, no novo episódio, Andi e Cyrus descobrirão que estão apaixonados pelo mesmo colega da escola, Jonah (Asher Angel).
Cyrus, de 13 anos, começa a ter dificuldade para entender os próprios sentimentos e conversa com a amiga Buffy sobre o assunto. A reação da menina deverá servir como um modelo positivo para crianças e adultos sobre aceitar as diferenças.

Disney lida com naturalidade
“Terri Minsky, o elenco e todos os envolvidos no programa tomam cuidado para garantir que o conteúdo seja apropriado para o público e para que seja uma forte mensagem sobre inclusão e respeito pela humanidade”, afirmou um porta-voz da Disney em declaração.

Exclusão dos pais
A narrativa da história apresenta crianças em dilemas sexuais sendo orientados por outras crianças. O foco na propagação da agenda LGBT, muitas vezes, encobre a estratégia de excluir a figura dos pais na criação dos filhos. A destruição da confiança, confidencialidade e cumplicidade entre pais e filhos é ferido de forma brutal nas progamações onde o protagonismo está na ideologia de gênero.

No Brasil, a primeira temporada de Andi Mack foi exibida pela primeira vez entre os dias 10 de setembro e 22 de outubro, mas a segunda temporada ainda não ganhou data de estreia.

Comentários