Home Economia DINHEIRO E CARTÃO DE CRÉDITO ESTÃO EXTINTOS NA CHINA

DINHEIRO E CARTÃO DE CRÉDITO ESTÃO EXTINTOS NA CHINA
0

DINHEIRO E CARTÃO DE CRÉDITO ESTÃO EXTINTOS NA CHINA

0

Quem acompanhou as Olimpíadas de 2008 na China pode comprovar o processo de extinção do uso do dinheiro e até do cartão de crédito por lá. Em março deste ano, um levantamento da consultora eMarketer revelou que mais de 80% dos 712 milhões de cidadãos que usam smartphone no país utilizam serviço de mobile payment nas operações diárias.
Na China todas as compras são pagas através dos aplicativos Ali Pay, do grupo Alibaba ou WeChat Pay, da Tencent. Todas as operações incluem compra de um veículo até a esmola dada aos pedintes espalhados nas grandes metrópoles.

UTILIZAÇÃO
Todo mundo participa da operação que é um método de uso é simples e rápido. Basta ter um celular, o app instalado e carregado com os recursos da conta corrente. Lojistas, ambulantes, restaurantes, taxistas ou prestadores de serviço carregam consigo um QR Code impresso, em cartão de papel ou colado sobre os balcões de atendimento, no caso de lojas física. Tal QR code aponta para uma conta virtual em serviços como Ali Pay, por exemplo, e ao escaneá-lo, com seu smartphone, o consumidor transfere, em frações de segundo, dinheiro de sua carteira virtual para a carteira do vendedor. O processo é tão rápido que as filas em caixas diminuíram sensivelmente após a adoção desta tecnologia, extremamente popular na China.

SEM DÍVIDAS
O sistema de pagamento é bom não somente para a economia do país, mas para o cidadão em si. De acordo com um estudo publicado, este mês, pelo Banco do Povo da China, só nos últimos 10 meses, o equivalente a US$ 8 trilhões foram movimentado em pagamentos móveis.
Tal sistema é o contrário do cartão de crédito, em que gastamos antes para pagar depois, no vencimento da fatura. Neste método, carrega-se antes o celular e gasta-se depois. Em um país de regime comunista é mais uma forma do estado controlar, por completo, a vida do cidadão.

Em democracias como o Brasil, medidas radicais como essa seriam apoiadas com o discurso de ‘doutrinar’ o brasileiro a gastar menos do que ganha.

 

OPINIÃO

A extinção do dinheiro em espécie é um avanço aguardado pelo mundo. Uma vez que deposita-se drásticas reduções da violência com o fim da circulação monetária.

Como em uma balança, a medida do governo chinês (comunista e criminoso) pode ser enxergado com prós e contras pelas pessoas. No Brasil, onde a maior parte da população vive pendurada por conta do crédito, ter o controle de seus gastos à medida de suas possibilidades viria a ser favorável.

Em contrapartida, deve e sempre haverá formas de educar financeira, social e politicamente uma sociedade sem atribuir total e insana imposição governamental.

 

 

Comentários