Home Política Deputado que tatuou “Temer” recebeu R$ 7 milhões em emendas

Deputado que tatuou “Temer” recebeu R$ 7 milhões em emendas
0

Deputado que tatuou “Temer” recebeu R$ 7 milhões em emendas

0

O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) apareceu ostentando uma tatuagem com o nome do presidente Michel Temer no ombro direito. O parlamentar é um dos defensores de Temer na denúncia que deve ser apreciada pela Câmara dos Deputados amanhã (2) e foi beneficiado com R$ 7 milhões em emendas.

A maior parcela dos recursos, R$ 4,8 milhões, serão destinados para a ação de apoio ao desenvolvimento sustentável de territórios rurais, que visa apoio a investimentos na implantação e modernização de infraestrutura e serviços necessários à dinamização econômica dos territórios rurais.

Os recursos também devem fortalecer a gestão social do processo de desenvolvimento nas suas múltiplas dimensões: econômica, ambiental, sociocultural, educacional e político-institucional, e de redes sociais de cooperação e à melhoria da qualidade de vida dos agricultores familiares contribuindo para o enfrentamento das condições de pobreza do rural brasileiro.

Outros R$ 1,8 milhão foram empenhados em emendas para a iniciativa de estruturação de unidade de atenção especializada. A ação tem o objetivo de apoiar os estados e municípios para a organização e reestruturação da rede de serviços especializados no SUS, contribuindo para a melhoria do acesso e da qualidade dos serviços prestados aos usuários do sistema.

O Expresso procurou o parlamentar em busca de explicações sobre o desenho. Ele disse que a tatuagem custou R$ 1.200, é definitiva, foi feita em Belém e é uma forma de homenagear Temer: “O melhor presidente da história do Brasil. O único estadista que apareceu neste país”.

Costa diz, ainda, que vai exibir a tatuagem na Câmara dos Deputados na quarta-feira (2) durante a votação da admissibilidade da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) por corrupção contra o presidente Michel Temer. “Será um show de votos em favor do presidente. Só Deus derruba Temer. E ele é honesto. Então Deus não vai querer derrubá-lo.”

Liberação bilionária

A denúncia contra Michel Temer no Congresso Nacional, custou caro aos cofres públicos. O governo federal já liberou (empenhou) mais de R$ 4,2 bilhões em emendas para parlamentares. As emendas são parte do plano do presidente para barrar na Câmara a investigação sobre o escândalo da JBS e tudo acabar em pizza.

 

fonte: Contas Abertas

Comentários
-- Jornal Nação --