Home Saúde Cuide da saúde dos seus olhos para prevenir a conjuntivite

No Banner to display

Cuide da saúde dos seus olhos para prevenir a conjuntivite
0

Cuide da saúde dos seus olhos para prevenir a conjuntivite

0

A conjuntivite é uma doença que se caracteriza pela inflamação da conjuntiva, membrana transparente que recobre
o globo ocular a e a parte interna da pálpebra.
Não é grave, mas além de ser uma doença incômoda, as mais comuns são transmissíveis, por isso deve ser bem tratada para que não se torne uma epidemia.
Geralmente compromete os dois olhos, não necessariamente ao mesmo tempo, sendo o contágio feito pelo contato direto com a pessoa doente ou objetos contaminados. A contaminação ocorre com maior facilidade em ambientes fechados como escolas, ambiente de trabalho e ônibus.

A inflamação pode ser causada por agentes tóxicos, alergias, bactérias ou vírus.
Conjuntivite bacteriana: é transmitida, mais frequentemente, por vírus ou bactérias e pode ser muito contagiosa. O contágio se dá pelo contato. Isso quer dizer que estar em ambientes fechados ou estar em contato direto com pessoas contaminadas, usar objetos, ou até mesmo pela água da piscina pode-se contrair a conjuntivite infecciosa.

Conjuntivite viral: é muito contagiosa e ocorre com mais frequência no verão. Este tipo de conjuntivite é bastante parecido com a bacteriana, a principal diferença é que há formação de muco. Sendo que a secreção da conjuntivite viral
é esbranquiçada e aparece em pequena quantidade.

Conjuntivite alérgica: é aquela que ocorre em pessoas predispostas a alergias (como quem tem rinite ou bronquite, por exemplo) e geralmente ocorre nos dois olhos. Esse tipo de conjuntivite não é contagiosa.

Conjuntivite tóxica: é causada por contato direto com algum agente tóxico, que pode ser algum colírio medicamentoso ou alguns produtos de limpeza, fumaça de cigarro e poluentes industriais. Alguns outros irritantes capazes de causar conjuntivite tóxica são poluição do ar, sabão, sabonetes, spray, maquiagens, cloro e tintas para cabelo. A pessoa com conjuntivite tóxica deve se afastar do agente causador e lavar os olhos com água abundante. Esta também não é contagiosa.

O tratamento da conjuntivite é determinado pelo agente causador da doença. Para a conjuntivite viral não existem medicamentos específicos. Já o tratamento da conjuntivite bacteriana inclui a indicação de colírios antibióticos, que devem ser prescritos por um médico, pois alguns colírios podem provocar sérias complicações e agravar o quadro. Cuidados especiais com a higiene ajudam a controlar o contágio e a evolução da conjuntivite.

 

sintomas

Olhos vermelhos e lacrimejantes
Pálpebras inchadas
Sensação de areia ou de ciscos nos olhos
Secreção purulenta (conjuntivite bacteriana)
Secreção esbranquiçada (conjuntivite viral)
Coceira
Fotofobia (dor ao olhar para a luz)
Visão borrada
Pálpebras grudadas quando
a pessoa acorda.

 

cuidados para prevenção

Lavar com frequência o rosto e as mãos
Não coçar os olhos com as mãos sujas
Evitar banhos de sol
Evitar aglomerações e frequentar
piscinas comunitárias
Aumentar a frenquencia da troca de toalhas
Dar preferência a sabonetes líquidos
Não compartilhar óculos
Evitar agentes irritantes como fumaça
Evitar ambientes que provoquem alergia, como obras e lugares empoeirados
Ao sentir incômodo, lavar
os olhos com soro fisiológico
Utilizar álcool em gel quando
estiver em contato com
objetos públicos

 

alimentos que protegem
os olhos das alergias

Cereais: soja, feijão carioca, grão de bico, ervilha e todos os grãos integrais
Durante a digestão, as fibras são transformadas em ácidos graxos que reduzem os processos inflamatórios característicos da alergia ocular, blefarite e meibomite.

Semente de linhaça, sardinha e salmão
Contêm ômega 3, que combate o olho seco além de estarem associados ao menor risco de surgimento e progressão da catarata.

Cenoura, abóbora, mamão e goiaba
Ricos em vitamina A, essencial na prevenção do olho seco e da conjuntivite recorrente, além de combater
cegueira noturna e danos na retina.

Tomate, frutas cítricas, mirtilo e amora
Ricos em vitamina C, melhoram a imunidade essencial para evitar as doenças das vias aéreas, além de conter flavonoides, potentes antioxidantes capazes de proteger os olhos da catarata e degeneração macular.

Fontes de zinco: frutos do mar, carne, ovos, tofu
e gérmen de trigo
Auxiliam na absorção dos outros nutrientes que auxiliam na proteção da saúde dos olhos.

 

Comentários
-- Jornal Nação --