Home Economia CUIDADO COM OS GASTOS DE FIM DE ANO

CUIDADO COM OS GASTOS DE FIM DE ANO
0

CUIDADO COM OS GASTOS DE FIM DE ANO

0

Férias, viagens, natal, reveillon fazem com que dezembro seja um dos meses mais caros do ano. Mas como tudo o que é bom dura pouco -e muitas vezes, dependendo da condução, causa consequencias- janeiro bate às portas e traz consigo um senso de responsabilidade e contas do desperdício.
O importante é não se deixar vencer pelo clima festivo e pelo dinheiro extra que pinta no orçamento.
Dezembro precisa ser encarado financeiramente da mesma forma que todos os demais meses, se possível, até com maior zelo por conta dos extras que aparecem e acabam causando um impulso maior para as compras. Há quem receba a chamada PL(participação nos lucros),a BV (bonificação pelas vendas) e outros. Por isso, diferentemente dos meses anteriores a possibilidade de uma reserva maior para o futuro deve ser considerada.

Gastos extras programados
Verdade que existem algumas despesas que só ocorrem neste mês como a caixinha do carteiro, os funcionários do condomínio, os garis e por ai vai. Se não houver controle esses agrados acabam influenciando negativamente nas finanças, por isso é preciso estipular um preço fixo para todas e manter o controle.

Barganha e negociação
Com dinheiro extra na mão é hora de comprar o necessa´rio e pechinchar. O poder aquisitivo de quem paga em espécie precisa ser valorizado pelos lojistas. Por isso não se envergonhe na hora de pedir desconto. No final, de desconto em desconto, o saldo pode ser surpreendente e, claro, a seu favor.

Pensar no amanhã ajuda a economizar
Todo brasilerio financeiramente ativo sabe das responsabilidades que o esperam já nos primeiros meses do ano, portanto, é prudente equilibrar as contas pendentes com o recebvimento do 13º e extras para zerar as dívidas possíveis, renegocias as de valores mais altos e guardar para o futuro.
Se dentre essas responsabilidades sobrar dinehiro, comprar é uma possibilidade, porém, comprar o que realmente precisa e pagar um preço justo.

Manter o controle ou iniciar um planejamento financeiro com os rendimentos de dezembro facilitam a organização e o início de um novo ano com as contas mais equilibradas.

Comentários