Home Saúde CAPTAÇÃO DE VOTOS EM TEMPO DE ELEIÇÃO, FAVELAS SOFREM COM ABANDONO DAS AUTORIDADES E SEGUEM ACUMULANDO CASOS DE CORONAVIRUS

No Banner to display

CAPTAÇÃO DE VOTOS EM TEMPO DE ELEIÇÃO, FAVELAS SOFREM COM ABANDONO DAS AUTORIDADES E SEGUEM ACUMULANDO CASOS DE CORONAVIRUS
0

CAPTAÇÃO DE VOTOS EM TEMPO DE ELEIÇÃO, FAVELAS SOFREM COM ABANDONO DAS AUTORIDADES E SEGUEM ACUMULANDO CASOS DE CORONAVIRUS

0

Em pleno funcionamento, mesmo após anúncio da prefeitura pelo fechamento do comércio, as comunidades seguem desobedecendo as recomendações e correndo risco de propagação em massa do Covid-19.
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou a existência de 61 casos prováveis do novo coronavírus em favelas cariocas. Segundo o levantamento entre os confirmados, apenas um, o da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, aparece mapeado no banco de dados do Ministério da Saúde e, consequentemente, no Painel Rio Covid-19.

Confira a distribuição de casos prováveis por comunidades do Rio:
Cidade de Deus – 19
Rio das Pedras – 10
Manguinhos – 8
Jacarezinho – 7
Complexo Lins – 4
Jacaré – 2
Parada de Lucas – 2
Acari / Complexo Caju / Complexo da Maré / Complexo Pedreira / Complexo São Carlos / Mangueira / Rocinha / Vidigal / Vilar Carioca – 1 (cada)

Particularmente, é difícil acreditar nos dados informados. A prefeitura e seus agentes de saúde não são vistos em ações de prevenção e esclarecimento nas favelas. A Rocinha – ponto turístico da cidade – é o maior número de casos quando se fala em TUBERCULOSE (segundo relato de moradores e ‘influenceres’ da comunidade) e nada é divulgado.
As favelas do Fallet, Fogueteiro e Coroa sequer figuram no levantamento e juntas somam mais de 500 mil habitantes!

Sem saneamento, lazer, empregabilidade e condições dignas de moradia, como acreditar que estas pessoas estão sob o mesmo patamar de igualdade em combater a proliferação da pandemia?

Comentários
-- Jornal Nação --