Home Sociedade BEIJO GAY EM MINISSÉRIE INFANTO-JUVENIL DA GLOBO TEM DATA PARA ESTREAR

BEIJO GAY EM MINISSÉRIE INFANTO-JUVENIL DA GLOBO TEM DATA PARA ESTREAR
0

BEIJO GAY EM MINISSÉRIE INFANTO-JUVENIL DA GLOBO TEM DATA PARA ESTREAR

0

A nova temporada da novela infanto-juvenil exibida no fim das tardes pela Rede Globo de televisão deixou de ser um programa ‘light’ há muito tempo.
Depois de abordar temas como virgindade (na verdade, sempre focalizando na perda da virgindade), sexo, aborto, drogas, adultério, mentira e aventuras, os próximos episódios serão marcados pelo início de um romance gay.
Na fase atual, uma das principais cenas foi protagonizada por Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio) que terá, segundo infromações do Zero Hora, beijo gay.

O relacionamento entre as jovens inicia quando Samantha toma a iniciativa de beijar Lica. “Andei pensando no que a gente conversou e… Acabei de descobrir que sou mais corajosa do que eu pensava. Não sei onde isso vai dar, não tô nem aí!”, declara Samantha antes do beijo.

A cena já foi ao ar às vésperas do natal no dia 21, mas o clima de romance entre elas vinha rolando nas últimas semanas. Giovanna Grigio defendeu a ‘inovação’: “”Duas meninas numa festa se divertindo, e tá tudo bem! Gostar de alguém não tem nada de errado, o importante é se permitir amar, se permitir ser curioso, tudo isso é natural!”

Data marcada e beijo gay
De acordo com o Extra, a cena está prevista para ir ao ar no dia 29 de dezembro, mas o clima de romance entre as garotas já está sendo exibido nos episódios anteriores.

Não é primeira vez que a temporada de 2017 de Malhação exibe um beijo gay. Em 29 de setembro, Lica deu um selinho na amiga Ellen (Heslaine Vieira) ao propor uma ação em respeito às diferenças durante uma festa com os colegas. Em seguida, outros estudantes também aderiram ao “beijaço”. A cena de afeto entre pessoas do mesmo sexo foi a primeira em 22 anos de novela.

A novela e os programas televisivos são, sem dúvida, uma das armas principais de disseminação da agenda esquerdista que impõem a naturalização do relacionamento homossexual, a precocidade sexual e o distúrbio de gênero, principalmente, entre as crianças e jovens.

Os pais e responsáveis sob o domínio do dispositivo controle remoto farão a diferença na escolha do que os seus filhos assistem ou não.

Comentários
tags: