Home Política BANDIDOS IMPEDEM VACINAÇÃO DA POPULAÇÃO CONTRA EPIDEMIA DE SARAMPO

BANDIDOS IMPEDEM VACINAÇÃO DA POPULAÇÃO CONTRA EPIDEMIA DE SARAMPO
0

BANDIDOS IMPEDEM VACINAÇÃO DA POPULAÇÃO CONTRA EPIDEMIA DE SARAMPO

0

Com a maior concentração de casos de sarampo registrados na Zona Leste de manaus, agentes de saúde passam por sérias dificuldades para realizar a imunização da população. É que traficantes fecharam os limites das ruas das Goiabeiras e Carapanauba e não deixaram os agentes de imunização seguirem com a varredura vacinal nas residências. O trabalho terminou por volta das 19h, uma hora antes do previsto.
Segundo o próprio prefeito, o acesso às residências foram obstruídas pelos bandidos. A cidade está em situação de emergência e já registra mais de 400 casos de sarampo confirmados desde março deste ano.

CAMPANHA NAS RUAS
Após o decreto de emergência, no início de julho, a Prefeitura de Manaus anunciou a intensificação da vacinação na capital. Casas, estabelecimentos comerciais e escolas passaram a receber visitas de agentes de saúde.
De acordo com a Prefeitura, 900 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), divididos em equipes, atuam nas ruas para operacionalizar uma varredura vacinal. O trabalho é realizado diariamente durante seis semanas, das 15h às 20h. A ação emergencial iniciou na segunda-feira (16).
Além do reforço nas ruas, as doses continuam disponíveis para a população em 185 salas de vacinação localizadas em unidades de saúde.
Após ser decretada situação de emergência devido à epidemia de sarampo em Manaus, a cobertura de vacinação foi ampliada na capital. De acordo com a Fundação de Medicina Tropical, (FMT), até agora 85% da população já foi vacinada, mas a meta é chegar a 95%, o que corresponde a 27 mil pessoas. Por isso, a partir desta segunda-feira (16), além das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), as escolas estaduais começam a oferecer a vacina para os alunos e comunidade.

VACINAS
Segundo a secretaria, a vacina de rotina é aplicada em pessoas de 1 até 49 anos. Mediante o avanço da doença em Manaus, a faixa etária foi alterada para crianças a partir de 6 meses.
A população pode se dirigir às unidades básicas de saúde para imunização.
O Cartão de Vacinação deve ser levado no dia da vacina, principalmente no caso de crianças. Quem não possuir o documento poderá ganhar um novo cartão, com registro da dose aplicada.
As doses que são aplicadas já estavam na capital. Mais vacinas foram solicitadas ao Ministério da Saúde na semana anterior, segundo a Prefeitura.

QUEM NÃO PODE SE VACINAR?
Gestantes, casos suspeitos de sarampo, crianças menores de seis meses de idade e pessoas imunocomprometidas (com doenças que abalam fortemente o sistema imune).
PSOL E SEUS MILITANTES DEVERIAM SER CONVOCADOS
Em momentos como esse onde a criminalidade, claramente, mostra que está ditando as regras para a sociedade é que a população deve refletir sobre a importâcia do amparo às polícias do nosso país.
Desaparelhadas e abandonadas pelo poder público, os policiais saem às ruas com maior risco de perder suas vidas, dos companheiros e assistir a perda da vida de cidadãos de bem.

Entretanto, para os militantes do PSOL, a polícia militar deve sim acabar no Brasil. Em ato medíocre na ocasião da morte da vereadora Marielle Franco, eles reafirmam ser contrários a intervenção militar, gritam pelo fim da Polícia Militar não se importando com os valorosos membros da corporação mortos. Defendem anistia para os jovens que escolheram o mundo da criminalidade.

Eles poderiam, então, prestar serviço às comunidades reféns de seus ‘protegidos’ para que a população seja vacinada, uma vez que para eles a Polícia Militar, em qualquer caso, é dispensável.

Comentários