Home Política ATIVISTA POLÍTICO É MORTO POR DENUNCIAR MÁ ADMINISTRAÇÃO DE SEROPÉDICA

ATIVISTA POLÍTICO É MORTO POR DENUNCIAR MÁ ADMINISTRAÇÃO DE SEROPÉDICA
0

ATIVISTA POLÍTICO É MORTO POR DENUNCIAR MÁ ADMINISTRAÇÃO DE SEROPÉDICA

0

No pior estilo ditatorial, Seropédica continua sendo o município marcado pela violência política. Uma política que, ao ser contrariada, mata e impõe sua própria lei.

A vítima da vez foi David Camilo de Oliveira, de 57 anos, ativista político, atuante e engajado nas denúncias de irregularidades na administração de seu município.
Ele foi assassinado com um tiro na cabeça, em Seropédica, Região Metropolitana do Rio. A vítima estava em um bar situado na Rua Isidro Borges, bairro Fazenda Caxias, quando um homem chegou de moto ao local, efetuou disparos contra David – que morreu na hora – e fugiu.

Segundo o titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, delegado Giniton Lages, imagens registradas por câmeras de segurança próximas ao local do crime já foram recolhidas e estão sendo analisadas para tentar identificar o assassino de David.

Ainda de acordo com o delegado, nenhuma linha de investigação está descartada, incluindo a de crime com motivação política, já que David Camilo era conhecido por fazer denúncias de irregularidades na administração de Seropédica.

Candidatos mortos
Em 2016, foram 13 casos de assassinatos brutais de candidatos a cargos políticos na Baixada Fluminense. Incluindo um policial militar que foi morto a tiros, em Seropédica candidato a vereador pelo PCdoB. O terceiro sargento Julio César Fraga Reis, de 38 anos foi a 13ª vítima de uma disputa que pode ser fatal em algumas cidades. Nenhum suspeito foi preso.

Comentários
-- Jornal Nação --