Home Sociedade ASSASSINATO LIBERADO: PARLAMENTO IRLANDÊS APROVA LEGALIZAÇÃO DO ABORTO

ASSASSINATO LIBERADO: PARLAMENTO IRLANDÊS APROVA LEGALIZAÇÃO DO ABORTO
0

ASSASSINATO LIBERADO: PARLAMENTO IRLANDÊS APROVA LEGALIZAÇÃO DO ABORTO

0

Decisão foi aprovada depois de referendo realizado no país

E vamos presenciando a evolução da frieza e fim de qualquer sentimento humano.O Parlamento irlandês aprovou o projeto de lei que legaliza o aborto, sete meses após o referendo histórico no qual o país se pronunciou contra a proibição constitucional à interrupção voluntária da gravidez.
O texto autoriza o aborto sem condições até 12 semanas após a gravidez ou posteriormente em casos de “risco à vida” e “grave perigo para a saúde” da mulher.

Em maio, o “sim” à legalização venceu amplamente em um referendo, com 70% dos votos.
Pela lei antiga, em vigor desde 1983, uma mulher só poderia interromper uma gestação se estivesse em perigo de vida real e iminente, inclusive sob risco de suicídio.
A legislação não contemplava o aborto quando há má-formação cerebral do feto ou em casos de estupro, como ocorre no Brasil. Por ela, uma irlandesa que decidisse interromper uma gravidez indesejada dentro do país poderia ser condenada a até 14 anos de prisão.

Não há projetos de esclarecimento ou mesmo planejamento familiar, seja em países ‘evoluídos’ ou os de terceiro mundo. Prevenção às doenças e uso de preservativo deixaram de ser pautas governamentais como forma de preservação à vida dessas crianças quer deveriam ter seus direitos preservados desde a concepção.
O risco de uma matança generalizada dos inocentes agredidos dentro do ventre é que a banalização da vida humana está sendo o norte para as liberações de sequer motivos plausíveis para se assassinar uma criança.

Comentários