Home Mundo APÓS ANOS DE MAUS TRATOS, CASAL DE LÉSBICAS MATA OS 6 FILHOS ADOTIVOS

APÓS ANOS DE MAUS TRATOS, CASAL DE LÉSBICAS MATA OS 6 FILHOS ADOTIVOS
0

APÓS ANOS DE MAUS TRATOS, CASAL DE LÉSBICAS MATA OS 6 FILHOS ADOTIVOS

0

Ainda que chocante, tudo apontava para um acidente trágico. Mas o acidente que ocorreu no final de março nos EUA que causou a morte do casal de lésbicas e seus seis filhos adotivos revelou se tratar de um plano cruel de assassinato.

A comunidade de Fort Bragg comoveu-se, no passado dia 23 de março, quando Jennifer Hart e Sarah Hart, ambas com 39 anos, e os seis filhos adotivos morreram após queda de um penhasco na Califórnia. Mas a polícia descobriu que os testes clínicos indicavam que Jennifer, que ia ao volante, tinha uma taxa de álcool no sangue muito acima daquela que é permitida. A outra mulher e duas das crianças apresentavam vestígios “significativos” de uma substância que provoca sonolência.

Além disso, as perícias ao software do carro não deixam dúvidas: a mudança de rota da viatura em direção ao penhasco foi propositada.

O casal tinha recebido há poucos dias a visita em casa de funcionários da Segurança Social. As mulheres eram investigadas por suspeitas de violência e maus-tratos contra as crianças, que fugiram de casa várias vezes para implorar por comida aos vizinhos.

Caráter violento independe de gênero, raça ou classe social. Essa poderia ser uma tragédia advinda de um casal hétero dentre tantos que usaram de brutalidade na criação ou provocando a morte de seus filhos. Mas em tempos de embate ferrenho pela imposição de aceitação moral entre héteros e homossexuais é importante salientar que o gênero não chancela amor.

A comunidade LGBT baseia-se no argumento de adoção a filhos de heteros que foram abandonados, mau tratados. Gay também mata, também fere e mau trata.

Uma sociedade mais justa depende de disputa. Mas embates para destaques positivos. Os mais amorosos,mais cuidadosos, mais compreensíveis.

Comentários